PIS/Pasep 2019 – Quem Tem Direito e Como Consultar no Celular

PIS/Pasep 2019 – Quem Tem Direito e Como Consultar no Celular

  

  

Saiba aqui como consultar e saber se você tem direito ao PIS/Pasep 2019.

Muitos brasileiros já começaram o ano aguardando pela data em que poderão fazer a retirada de seus saldos referentes ao PIS. A maioria já tem uma programação para esse dinheiro, já que ele vem em uma excelente hora, uma vez que os primeiros meses do ano são os mais apertados para os brasileiros. Mas acontece que muitas pessoas ainda possuem muitas dúvidas se possuem ou não o direito de receber este abono salarial. E para que nInguém caia em tentativas de golpes acessando links maliciosos, neste artigo explicaremos passo a passo como consultar o seu saldo de PIS.

A Caixa Econômica Federal, que é instituição que administra os saldos do Fundo dos trabalhadores, disponibiliza um novo aplicativo que vai possibilitar aos interessados a realização de consultas. Estamos falando do Caixa Trabalhador, que é um aplicativo que permite que o contribuinte consulte se possui o direito a receber o benefício do PIS do ano de 2019.


O aplicativo está disponível para aparelhos iPhone e Android e o usuário não precisa pagar nada para baixá-lo.

Para quem ainda não sabe, o abono salarial do Programa de Integração Social é direito de trabalhadores do setor privado que no ano base, que é 2018, desenvolveram atividades trabalhistas com carteira registrada pelo período mínimo de 30 dias. Além disso, o trabalhadores precisam possuir no mínimo 5 anos de inscrição no programa e o salário recebido não passar do valor de dois salários mínimos brasileiros.

Para baixar o aplicativo basta acessar o serviço de aplicativos do aparelho celular, o que pode ser feito pelo Google Play Store. É só fazer a busca pelo App Caixa Trabalhador e fazer o download.

  

Uma vez baixado o aplicativo no seu aparelho celular, o app já estará pronto para ser usado. Dessa forma, a consulta já pode ser realizada. Veja abaixo como fazer.

Primeira coisa a se fazer é estar com o cartão com o Número de Inscrição, o NIS. Geralmente este cartão está anexado à carteira profissional. O número do CPF também será requisitado para conferir os dados do trabalhador.

Desse modo, ao informar o número do PIS e o CPF, a resposta em poucos segundos poderá ser visualizada.

Como acontece em todos os anos, os pagamentos são realizados seguindo o Calendário do PIS, que é desenvolvido de acordo com a data de nascimento dos contribuintes. No dia 17 do mês de janeiro, as pessoas que nasceram entre os meses de janeiro e fevereiro já começaram a sacar seus benefícios. Até o mês de junho os saques serão liberados, até mesmo para quem não sacou na data correta. Depois desta data, o dinheiro não sacado volta para o FAT, que é o Fundo de Amparo ao Trabalhador.

Veja o passo a passo da consulta:

– 1º passo: Baixe o aplicativo Caixa Trabalhador;

– 2º passo: Abra o app e informe o número de seu CPF ou da inscrição no PIS e clique na guia "Acessar" . Nesse mesmo instante você receberá a informação se tem ou não direito ao abono.

– 3º passo: Se você possui o direito ao saque, clique na guia "PIS/ABONO SALARIAL" para receber algumas informações sobre o pagamento;

– 4º passo: Para ver o valor do saldo a receber, clique na guia "ver os valores", de modo que será preciso informar a senha de cadastro na Caixa. Se você ainda não possui basta clicar em "Cadastrar senha", criando uma senha de acesso e feito isto é só clicar em "Acessar".

Pronto, é muito simples fazer essa consulta por meio do aplicativo que a Caixa Econômica desenvolveu para facilitar a vida dos contribuintes, uma vez que muitas pessoas não possuem tempo para ir às agências ou não têm acesso a computadores. Agora é só baixar o App Caixa Trabalhador e conferir.

Sirlene Montes

Post Relacionado

PIS 2019/2020 – Mudanças, Quem terá Direito?

PIS 2019/2020 – Mudanças, Quem terá Direito?

      Saiba o que muda no PIS 2019/2020 com a reforma da previdência. Atualmente, milhões de brasileiros são contemplados pelo PIS e recebem um salário extra proporcional aos meses trabalhados por meio do Abono Salarial. Todavia, a reforma da previdência proposta pelo atual governo…

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *